fbpx

As 3 doenças mais comuns do sistema digestivo

As 3 doenças mais comuns do sistema digestivo

Você conhece as 3 doenças mais comuns do sistema digestivo?
O sistema digestivo pode ser afetado por diferentes doenças. Muitas podem ser evitadas se a pessoa estabelecer uma rotina com hábitos saudáveis, não fumando, praticando exercícios físicos e mantendo uma alimentação balanceada.

A seguir, citamos três entre as mais comuns:

Úlcera gástrica

A úlcera gástrica é uma ferida que surge no tecido que envolve o estômago. Isso ocorre devido à ação dos ácidos estomacais que, em decorrência de alguns fatores – como má alimentação, genética, uso constante de alguns medicamentos e estresse – afetam o revestimento do órgão. A infecção pela bactéria Helicobacter pylori (H. Pylori) também pode resultar no problema. Pessoas com úlcera gástrica apresentam dor abdominal forte, azia, vômitos e fezes escuras. Identificada através de um exame chamado endoscopia, algumas recomendações podem prevenir seu surgimento:

 

  • Alimentos gordurosos, café, chás, bebidas alcoólicas e refrigerantes devem ser evitados;
  • Cuidado com o excesso de medicamentos anti-inflamatórios;
  • Evite situações de estresse.

 

Somente o médico poderá indicar o tratamento apropriado. Nunca se automedique, pois pode ser perigoso para sua saúde.

Refluxo

O refluxo, condição que afeta 12% dos brasileiros, acontece quando os ácidos presentes no estômago retornam para o esôfago que, por sua vez, não está preparado para recebê-los, irritando seus tecidos. Isso resulta em azia ou queimação – que começa na boca e pode atingir também a garganta – dor torácica e tosse. Apesar de comum, principalmente quando a pessoa se deita após a ingestão de alimentos gordurosos, a azia pode indicar problemas digestivos mais graves. Por isso, se os sintomas persistirem, busque ajuda médica.

Apendicite

É a inflamação do apêndice (um pequeno órgão localizado no início do intestino grosso). Seu principal sintoma é uma dor abdominal intensa, do lado direito do abdômen. Quando a inflamação surge, geralmente é uma urgência médica que se não for tratada a tempo pode causar infecção generalizada e levar à morte. No início, a dor pode ser difusa, na região do estômago ou em torno do umbigo. Na fase avançada, é comum ter náuseas, vômito e febre. ⠀

O diagnóstico inclui avaliação dos sintomas, análise da dor à palpação profunda no quadrante inferior direito do abdômen e exames laboratoriais. Os sinais de apendicite nem sempre são claros ao exame físico, então, uma investigação cuidadosa é essencial. ⠀

Na maior parte dos casos, é indicada a apendicectomia, que consiste na retirada cirúrgica do apêndice.

Clique aqui e confira mais textos.

Estamos localizados na Av. João Cabral de Mello Neto, 850 – bloco 3 sala 1001 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 22775-057

 

 

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Redes Sociais

Veja também:

WhatsApp chat